segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

Love affair #3

Estou muito constipada.
E estou tão contente, ao mesmo tempo, por ter redescoberto as DocMartens, que eu tinha descartado quando passei a adolescência. Nos últimos anos, porém, convenci-me que nada há mais engraçado e confortável do que um par de Docs.
Por entre nariz a pingar, olhos lacrimejantes e tosse, penso que, ao menos, os meus pés são fixes:


As minhas são assim tal e qual, são "cherry red" e são a única coisa verdadeiramente gira que eu, de momento, posso ostentar. Tenho esperança que a coisa melhore. Até lá, uso as minhas cherry red com os atacadores amarelos.
É uma coisa estrondosa.
Por entre constipações e tempinho livre do Carnaval, tenho muito tempo para pensar em coisas verdadeiramente importantes, como se constata.

2 comentários:

Margarida disse...

que giras!
Tinha uma amiga, na tal adolescência que ninguém confessa ter tido, que usava docMartens mas eram tipo sapatos de palhaço. Pretos e enormes. Isso enquanto dançava "the cure" e tinha tudo a ver...

Rita F. disse...

Margarida, a tua amiga era parecidíssima comigo, ou vice-versa. Eu também tinha um par de sapatos exactamente como esses, pretos e de palhaço, e adorava-os. Usava-os a toda a hora.
Quanto aos The Cure, ainda hoje gosto, portanto vê lá... :)
As Docs, para mim, são uma inevitabilidade.