sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Gaja que faz o meu estilo: Elis Regina


Ilumina a mina escura e funda, o trem da minha vida

Esta frase, cantada pela voz grande da Elis e que ouvi em pequena, produziu uma marca indelével na minha imaginação infantil, pela sua força intensa, que me impressionava.
Lembro-me de, em pequena, ver a Elis na televisão, muito sorridente e de cabelo curtinho, e de a ter achado fascinante (sempre fui uma criança com apurado sentido estético no que toca a cabelos). Lembro-me de a minha mãe ouvir "em repeat" este Romaria, de arrepiar. Ouvir a Elis continua, surpreendentemente, a produzir em mim exactamente o mesmo efeito de quando eu era pequena - uma comoção que quase dá um nó na garganta. Límpida e intensa - a voz, a presença, tudo.
E deixo aqui este vídeo. Também de arrepiar, de dar nó na garganta. Grande Elis.




3 comentários:

Luna disse...

Não sei se coneces isto ou não, mas quando o descobri a única coisa com sentido que consegui pronunciahttp://horas-perdidas.blogspot.com/2007/03/foda-se.htmlr foi "foda-se".

Se não conheces, deixo ficar. se conheces, fica uma lembrança.

http://horas-perdidas.blogspot.com/2007/03/foda-se.html

Rita F. disse...

Luna, muito obrigada pelo link. Sem palavras, mesmo.

www.angeloochoa.net disse...

Rita F., lindo post este teu, lindo de verdade, como poucos que meus gastos olhos tenham já visto!
'se há sorte não sei
que nunca vi!'
bjnhs