terça-feira, 24 de maio de 2011

Combinação que não compreendo: chocolate com laranja

Devo começar por esclarecer imediatamente que, para mim, a vida sem chocolate não faz sentido nem nunca fez. Desde que me lembro de ser gente, como se costuma dizer, que a importância do chocolate na minha vida foi sempre fundamental - o leitinho com chocolate pela manhã alegrava-me o pequeno almoço; o caramelo do Mars dava todo um renovado entusiasmo aos fins-de-semana, em que ainda por cima o Duarte e Companhia passava na televisão. Mais tarde, fui crescendo e descobrindo as maravilhas sedosas de um Guylian ou Côte d'Or, embora não Godiva, não acho muita piada a este último; porém, considero que, por exemplo, a opção Milka é perfeitamente aceitável e sai muito em conta. E o que dizer de um quadrado negro 84% cacau a derreter na boca, a acompanhar o café ou o chá? Não é preciso mais nada na vida.
Bom. Como o chocolate é parte integrante do meu ser, é natural que eu seja uma pessoa aberta às várias combinações que o chocolate permite, mormente chocolate com chantilly, chocolate com frutos secos, chocolate com fruta. Com fruta? Com certa  fruta. Sim, porque estou em crer que quem aprecia verdadeiramente chocolate sabe que esta ambrósia quase divina não se presta a qualquer tipo de fruta, aliás, não se presta a quase nenhuma fruta. O chocolate, como muitas pessoas que por aí andam, é esquisito e comichoso (belo vocábulo). Sendo comichoso, gosta de uma fambroesa ou de uma bananinha, por exemplo, e até admito que goste de um morango, agora - de laranja? Duvido muito. 
Não sei quem é que se lembrou desta combinação, mas, para minha grande surpresa, o que não falta por aí é chocolate com laranja. Até as marcas "gourmet" fazem alarde do excelente chocolate com a excelente laranja, e eu fico pasma, perplexa, sem compreender. Quando eu era pequena, não me deixavam comer laranja com chocolate em cima porque fazia mal, e eu desde cedo comecei a desconfiar dos perigos do chocolate com fruta, suspeita que se agravou depois de, à sucapa, ter comido uma tablete de chocolate branco depois do kiwi à sobremesa. Escusado será dizer, para não entrar em pormenores desagradáveis, que graças a esta fatal combinação descobri todas as potencialidades do sistema digestivo do corpo humano. 
De modo que chocolate e laranja, quanto a mim, não combinam. À partida, até pode ser uma boa ideia, mas à chegada não é, de todo. O chocolate pede amêndoa, caramelo, avelã (hmmmm, maravilha...), baunilha, ou coisas mais exóticas como especiarias, chás orientais. Agora fruta, é ter muito cuidado. Laranja, não me convence. É uma manobra só para vender e que não respeita a essência do chocolate.
Há combinações que são assim, em teoria parecem bem, mas na realidade são um desastre. E, se a pessoa não é esperta e não as topa à distância (às combinações, quero eu dizer), fica com a vida e com o intestino estragado, e depois as coisas muito dificilmente voltam ao que eram antes. Ah, pois. 

5 comentários:

Ega disse...

E agora há a porra de um sumo de laranja com chocolate que eu bebi por engano e ia-me vomitando todo.

Mas olhe que há chocolates Godiva muito bons. E os Leónidas também não lhe ficam muito atrás.

Xantipa disse...

Penso que é a primeira vez que discordo das tuas opiniões, ó minha querida e brilhante sobrinha!
Um fondue de chocolate, em que mergulhamos qualquer pedaço de fruta (lembro-me sempre de um filme do Asterix, em que tentavam não perder o pedacinho de pão no fondue de queijo) num chocolate muito cremoso... hummm...
Ou, por exemplo (para ficar pela laranla), casquinhas de laranja ligeiramente cristalizadas, mergulhadas (só metade) em chocolate, que depois endurece, e ficamos com uns palitinhos de laranja e chocolate... hummm...
Já comi com cascas de limão, mas a de laranja liga muito melhor!
Agora chocolate aromatizado a laranja não gosto.
:)
Esta conversa fez-me crescer água na boca: vou até ali à cozinha procurar uma laranjinha do Algarve...
(Ah! O verificador de palavras remeteu-me para o outro post: rothoob)
:)
Beijinhos da tia

Rita F. disse...

Leonidas é muito bom, sim! :) Esse sumo não é o Sumol? Nunca consegui provar, bleeeagh.

Tia, por acaso admito, já provei esses tais palitinhos e são bons. Mas quer dizer... nada que se compare a um bom chocolate com avelãs inteirinhas para morder. Digo eu. :)

Mulishka disse...

Visitei este blog hoje pela primeira vez e confesso que adorei!!!

Rita disse...

Eu ia falar exactamente do Sumol (que é uma evolução à concordo "combinação fantástica")e vejo que se já se anteciparam. Acho que já retiraram do mercado, o que é inexplicável.